Propostas

Principais Compromissos da Chapa:


- Frequência mínima para direito a voto no Conselho, incluindo os conselheiros vitalícios. Só quem participar de um mínimo de reuniões poderá votar, corrigindo, assim, uma falha antiga. O representante do sócio precisa assumir sua responsabilidade.

- Direito do sócio votar em eleições imediatamente após se tornar titular, e não após cinco anos de contribuição, como acontece atualmente. Estes novos titulares, que frequentam o clube desde que nasceram, desde a infância ou já quando adultos, têm muito a contribuir e precisam ser ouvidos para participar do avanço e progresso do CAP. 

- Maior participação dos jovens, com ações e eventos para sócios adolescentes e universitários. A "Família Paulistano" precisa estar unida no CAP. O absenteísmo no clube continua elevado entre jovens entre 18 e 28 anos de idade.

- Criar comissão formada pelos jovens do CAP para auxiliar as diretorias social, cultural e de esportes. Eles precisam participar mais do CAP, ter voz ativa em um processo de atualização do clube.

- Definição nas regras para conselheiros participarem da Diretoria do clube. Ao tornar-se diretor, o conselheiro deveria licenciar-se. O acúmulo de funções é prejudicial.