A Remição voltou!



Sim, a Remição voltou!

Com a Chapa Democracia, compromisso assumido significa compromisso cumprido. É assim com tudo o que defendemos. Foi assim com a volta da remição.

Em 2011, a Democracia já havia determinado a meta: que os associados com décadas de pagamento pudessem usufruir da remição, sem prejuízo financeiro ao clube. Em 2014, com a eleição de novos conselheiros, dito e feito. Mão na massa e projeto colocado entre as prioridades do CAP.

O presidente do Conselho Deliberativo do CAP, Cid Scartezzini Filho, colocou o assunto em pauta e determinou que uma comissão estudasse o tema profundamente, indicando se a medida seria boa ou ruim. Alguns conselheiros da Democracia participaram desta comissão, ocupando, inclusive, a sua presidência. Um ano e meio de trabalho da comissão o resultado apareceu: a mudança seria benéfica ao Paulistano.

Colocada em votação em 16 de setembro deste ano, a proposta da volta da remição recebeu 1567 a favor, 220 contra, 15 em branco e 2 nulos. Ou seja, 87,69% a favor! Foram, no total, 1804 pessoas votando, um número que mostra o interesse dos sócios pelo assunto, dada a tradicional baixa adesão que assuntos estatutários recebem.

Além da comissão de remição, Scartezzini Filho criou mais três: a Reforma Eleitoral, que também foi aprovada no dia 16 de setembro, a Titularidade e a Reforma do Regimento Interno do Conselho, que ainda estão em andamento.

Ganhou o Club Athletico Paulistano, ganharam os associados, as famílias. O resultado foi um importante passo para o CAP, alterando, assim, seu Estatuto Social.

Com a Chapa Democracia os sócios são mais representados, o debate é aberto e a solução é no voto.